Incluidos


Vivemos uma ilusão de cada vez. Esta ou aquela ilusão. Pouco importa, desde que nos faça incluídos. Que nos faça sentir parte, porque somos sociais. Ao mesmo tempo essa ilusão parece ser só nossa, somos especiais. Vem a vida a dentro e descobrimos que o que fazemos ou pensamos não é assim tão especial. Já outros o pensaram, ou pensam e já o fizeram ou fazem.

A razão mais forte vem da sobrevivência. Sendo sociais sobrevivemos melhor. E até podemos saltar de ilusão em ilusão, umas vezes deliberadamente, outra sem querer, outras porque é uma impossibilidade psicológica evitá-lo.

Assim, fazemos isto nesta ilusão e aquilo na outra. E os livros contam isso. Quando acentamos, e se voltamos a pensar, vimos a merda que fizemos, ou percebemos a importância das pequenas coisas.

Se fosse possível parar as pessoas deste planeta e perguntar-lhes o que estão a fazer, haveríamos de ver as inúmeras possibilidades da história de todas no que cada uma contaria.

E os livros contam isso.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s