John Berger


morreu. não li. não vi. nem assisti a nada da sua criação. se foi dedicado à arte e à cultura, com uma opinião sobre as coisas, valerá a pena ler. mas não se pode ler tudo nem estar em todo o lado. alguém o viu, o leu e o estudou, às palavras, às imagens e às artes. e se fala claro, é porque pensou muito. refletiu. e disso há pouco, muito pouco. tempo para estar sem nada que fazer a não ser pensar. por isso confio no julgamento de quem o conheceu. será pois importante. pode até nos ter influenciado sem o sabermos. morremos todos. uns ganham umas linhas nos jornais. outros no coração de alguém. outros só desprezo. e outros é com se não estivessem estado. despreza-se aqueles que causaram sofrimento deliberado. filhos da puta.

Anúncio da morte: https://www.publico.pt/2017/01/02/culturaipsilon/noticia/morreu-john-berger-um-artista-total-1756862

Entrevista: https://www.theguardian.com/books/2016/oct/30/john-berger-at-90-interview-storyteller

 

Anúncios

One thought on “John Berger

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s