e vai assim a vida mais curta do que comprida


Tudo muda e as pessoas também e quanto a coerência, o ser humano está longe disso, qualquer um, eu tu ele nós vós eles, longe, muito longe.

Se se mantivesse a palavra já seria um grande avanço.

Basta olhar para o problema ambiental ou o dos refugiados. Somos todos ambientais mas consumimos papel, plástico e libertamos CO2 como cães irritados, e podemos passear pelo mediterrâneo sem nos preocuparmos com as mortes, aliás compramos um automóvel de 1 milhão de euros só porque sim, e os que não podem bem queriam.

Queremos ser ricos mas somos pobres de alma e portanto, de palavra. Muito pobres. E quanto à coerência nem se fala, anda meio a roubar outro meio, aliás, nem é correto, andam meia-dúzia a roubar o bairro inteiro.

Dito.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s