estou aqui!


-”estou aqui, aqui, aqui”- um corpo que chamava por outro, um que pedia o outro, um riso que se prendia ao coração, eu que me prendia no olhar dela, na face esquiva, uma intenção saborosa, pendurado numa dúvida esguia até ao desejo seguinte, o corpo escondido, o prolongamento do que se deixa ver, e quando se encontram numa primeira dança, os lábios chocam-se, sugam-se, agora único corpo ligado, enrolam-se para que nada termine;

os sons do desejo quebram o silêncio, instala-se o frenesim, roçando-se, apertando-se, ligando-se lentamente, esfregando-lhe a vulva, afagando o corpo com os dedos ansiosos, à procura, contraindo-se, escorrega a mão por inteiro até sentir os pelos por debaixo de uma cueca transparente, um suspiro esvai-se nos ouvidos, empurra-se a mão pelas pernas, num vaivém cortado pelos lábios húmidos. Contorce-se. Segura a mão, rebola-se, enrolo-a em mim, o corpo abre-se nos dedos que a acariciam, um gemido tranquilo de uma mulher apaixonada, despe-se, entrelaçam uma intimidade que os irá levar ao espasmo único. São um. Enquanto se agarram como náufragos do desejo, escapam-se ao real e tornam-se dois animais, amam-se tão simples como isso, corpos gotejantes, frenéticos, loucos.

Anúncios

One thought on “estou aqui!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s