amanhã


uma cigana abeirou-se e não me deixou falar. Foi tudo muito rápido. Vendia não sei o quê. “Que cara rapaz, você está mal” – parece que me disse isso. Não sei. Não consigo recordar. Aproximou-se mais. “Olhe rapaz, manhã é outro dia.” Devo ter feito uma cara de mau amigo e afastei-me e nunca mais esqueci aquelas palavras, mas é fácil esquecer, eu sei.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s