mudança


Não sou futurologista. E se fosse, fechava bem os olhos, cerrava-os com os dentes, mesmo que fizesse figura de parvo, só para não o ver, ao futuro digo eu.

A mudança é tal que nem a consigo imaginar. Portugal daqui a dez anos? Eu imagino-a grande, mas parece-me ainda maior.

Já a viram. Já a tentaram vislumbrar. À mudança digo eu. Corrupção, transparência, justiça, educação, parlamento, política… e não falo apenas dos políticos, falo de todos, de tudo o que em cada um tem de mudar.

E a coragem para fazer isso? É a mesma coragem de um Vasco da Gama e de quem o acompanhou. É a mesma coragem de um Salgueiro Maia e de quem o acompanhou. É a mesma coragem de Aristides de Sousa Mendes e de quem o acompanhou. É a mesma coragem de qualquer um dos anónimos portugueses que já habitaram Portugal ou que o tiveram de deixar. São tantos corajosos. Agora chegou a nossa vez.

E se tiver de haver porrada para fazer essa mudança? Ai é que a coisa começa a deixar de ter graça.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s